PT281+ Beira Baixa: Atleta invisual tenta pela 2ª vez terminar 281 quilómetros

Autor: Redação    Data: 17-07-2017
Publicado em: Eventos

Vladimi Virgílio, atleta Brasileiro invisual, vem pelo segundo ano consecutivo tentar terminar uma das maiores distâncias do mundo. Um desafio que se superado será feito história, com o primeiro atleta invisual a terminar uma ultramaratona desta dificuldade.

Acompanhado de um guia, atleta também participante da prova, Vladimi irá percorrer 281 quilómetros pelo território da Beira Baixa. Com inicio em Penamacor e término em Castelo Branco percorrerá concelhos como Idanha-a-Nova, Vila Velha de Rodão, Proença-a-Nova e Oleiros. Um percurso que, guiados por GPS, terão que concluir em 66 horas.

Este atleta é um exemplo de superação e motivação para muitas pessoas. Perdeu a visão aos 34 anos e encontrou nesta prática desportiva a força de vencer os obstáculos que a vida lhe impôs. Atualmente é uma referência mundial e, para ele, é importante que as pessoas possam superar os seus problemas com o seu exemplo.

A PT281+Beira Baixa

A PT281+ Beira Baixa é uma ultramaratona com 281km, 9300 D+, em semi-suficiência e com um limite de 66 horas para a sua conclusão.

Inspirada na prova norte-americana Badwater e na brasileira BR135+, esta prova faz parte das maiores distâncias do mundo em corrida pedestre. O nome da prova avança já a distância percorrida, são mais de 281 km de trilhos pedestres na Beira Interior.

Este evento, organizado pela empresa Horizontes, Turismo Desportivo, e com o apoio da Comunidade Intermunicipal (CIMBB) decorre de 27 a 30 de julho de 2017.

Foto: DR