Team Portugal no top 30 da Red Bull Dolomitenmann

Autor: Redação    Data: 12-09-2018
Publicado em: Eventos

Romeu Gouveia em corrida de montanha, Nuno Virgílio no parapente, Rúben Almeida na bicicleta e António Palavra no caiaque, formaram a equipa que representou Portugal na Red Bull Dolomitenmann, uma das aventuras mais exigentes do mundo. A prova decorreu este sábado dia 8 de setembro na Áustria. O Team Portugal foi a 29.º equipa a cortar a meta entre 124 no total, com um tempo de 5h e 32m, alcançando o top 10 das equipas amadoras.

O atleta da Salomon suunto Portugal foi o primeiro a partir nesta aventura que começou em Lienz, uma cidade austríaca no meio das montanhas Dolomitas. O atleta da Salomon Suunto teve que superar um percurso de 12 km com 2000 metros D+ até Kuhbodentörl, a 2441 metros de altitude, que concluiu no tempo de 1h53m, até passar o testemunho a Nuno Virgílio, que seguiu no seu parapente voando sobre as Dolomitas duramte 47m23s. No Estádio Dolomiten aguardava-o Rúben Almeida que fez o percurso de bicicleta de montanha em 1h14m, tornando-se o segundo melhor ciclista amador e um dos melhores da competição. Por fim António Palavra agarrou no seu caiaque em Leisach e levou-a pelo rio Drava por 44m57s até à meta em Leinz, onde o aguardavam os elementos do Team Portugal, após 5h02m de prova.

A Kolland Topsport Professional foi a equipa vencedora fazendo a prova em 4h06m e, batendo os vencedores do ano passado, a equipa Pure Encapsulations que ficou em segundo lugar com 4h11m. O terceiro lugar ficou com a equipa Red Bull que cortou a meta 7 minutos depois do 2.º lugar.

Romeu Gouveia foi o 41.º corredor de montanha a chegar, correndo lado a lado com os nomes sonantes da montanha como Philip Götsch, Campeão da Europa de Km Vertical. Para o atleta de 20 anos foi um privilégio fazer parte desta equipa e traz de Lienz “uma das melhores experiências desportivas, memórias inesquecíveis, mais sabedoria, novos amigos (Miguel, Palavra, Virgílio e Rúben) e fantásticos parceiros”.

Nas palavras de Romeu, que só conhecia os seus companheiros de equipa através das redes sociais:  “Sempre fui fã dos eventos da Red Bull pela aventura, loucura e radicalidade. Após saber que tinha sido o escolhido para a corrida e ter dado uma vista de olhos no evento e na qualidade dos atletas tinha como principal objetivo fazer um top 20. Infelizmente não foi possível, nem sempre é como planeamos, e acabei por trabalhar em agosto o que não me permitiu chegar na forma tão desejada ao Dolomitenmann. Mas como os resultados não são tudo, trago de Lienz uma das melhores experiências da minha vida.” Concluiu o benjamim da Salomon, que não precisa de desfazer as malas já que parte dia 11 de setembro para a Escócia para participar no Campeonato do Mundo de Skyrunning Elite – Salomon Glen Coe Skyline, que decorre entre 13 e 15 de setembro.

Fotos: Philipp Schuster e Mirja Geh (Red Bull content pool)