Ultra Sanabria Caja Rural em contagem decrescente

Autor: Gestor de eventos    Data: 8-10-2019
Publicado em: Eventos, Notícias

A terceira edição da Ultra Sanabria Caja Rural, que começa nesta quarta-feira, 9 de outubro, foi apresentada nesta segunda-feira, em Zamora, ao lado da estátua de Viriato, o líder lusitano que une a história da província de Zamora com os seus vizinhos portugueses.

O Ultra Sanabria Caja Rural voltará a ser o evento espanhol com a maior participação portuguesa, com 130 dos quase 600 participantes, que desafiarão as diferentes modalidades do evento patrocinado pela Diputación de Zamora.

“Só podemos agradecer a confiança dos participantes, porque em muitas modalidades, as inscrições triplicaram em relação a 2018, e o evento quase dobra o número de participantes”, afirmou o director do Ultra Sanabria Caja Rural, Antonio del Pozo.

O responsável pelo evento foi acompanhado no lançamento pelo vereador do desporto, Jesús María Prada, que destacou “a capacidade desta prova em atrair um turismo diferente daquele geralmente visita o Lago de Sanabria”.

Antonio del Pozo reconheceu que a terceira edição contará com corredores de todas as comunidades autónomas da Espanha, além de participantes da Austrália, Argentina, Bélgica, França, Peru, Portugal e Venezuela. “Ainda não impulsionamos o evento a nível internacional, mas já se nota nas inscrições”, disse Del Pozo.

A Sanabria Glaciar Race e o ’tour’ em etapas

O Ultra Sanabria Caja Rural começará nesta quarta-feira, 9 de outubro, em Puebla de Sanabria, com a novíssima Sanabria Glaciar Race. Esta prova pretende unir todos os municípios da região de Sanabria, incluindo o da vizinha Carballeda, conforme explicado pelo director de prova.

Cerca de vinte atletas vão desafiar a “edição zero” de uma modalidade pioneira na Península Ibérica, com 254 quilómetros e 11.000 metros de desnível positivo, na qual os atletas correrão em regime de auto-suficiência e com GPS. “Cada um definirá a sua estratégia. Alguns correrão vinte horas e dormirão duas, outros serão mais conservadores.”, disse Del Pozo. 90 horas é o tempo limite para a conclusão da prova,cuja partida será dada na quarta-feira, às 20:30, na Plaza Mayor de Puebla de Sanabria.

As modalidades de participação por etapas são:

O Ultra (ULSA), com um total de 110 quilómetros e mais de 6.000 metros de desnível positivo, na qual participarão os dois actuais campeões, Pablo Villa e Aroa Sío, corredores que integram o leque de favoritos, ao qual serão adicionados os internacionais portugueses André Rodrigues, Bruno Coelho e Mário Elson, além do andaluz Mario Olmedo.

O Gran Trail (GT), com 62 quilómetros e mais de 3.000 metros de desnível positivo, também se afigura muito competitivo. No sector masculino, ao lado de Pedro José Hernández, da Extremadura, estarão os portugueses Romeu Gouveia e Luís Semedo, além do basco Aitor Ayo. Na competição feminina, o destaque vai para a espanhola, a residir em em Coimbra, Susana Echeverria.

A Maratona ou MASA, que se repete com 42 quilómetros e 2.500 metros de desnível positivo, tem ampla participação feminina e alto nível de corredores locais e de Castela e Leão.

Aos três circuitos, são adicionadas duas corridas individuais, para aqueles atletas que desejam apenas realizar uma etapa e desfrutar da região. O Grande Prémio Caja Rural, que será realizado no sábado, 12 de outubro, esgotou as inscrições e terá 19 quilómetros; enquanto o Grande Prémio da Província de Zamora ocorrerá no domingo 13, com 34 quilómetros, no percurso considerado como palco do Ultra Sanabria Caja Rural.

Fotos: DR