Madeira recebe final mundial do Golden Trail World Series

Autor: Redação    Data: 9-12-2021
Publicado na categoria: Eventos

Após uma bem sucedida temporada 2021, o Golden Trail World Series está de volta em 2022 com um calendário completamente novo e novos procedimentos que visam promover o espectáculo e alargar a visibilidade dos atletas, reduzindo ao mesmo tempo as viagens intercontinentais tanto quanto possível.

Do calendário anunciado hoje, a maior novidade é a Grande Final Mundial, que levará os melhores atletas do mundo à ilha da Madeira. Com o apoio do Madeira Ocean Trails, o evento tornará a nossa “pérola do Atlântico”, durante 5 dias, na capital mundial do trail.

Alargar o público

Concebido para satisfazer as expectativas dos atletas de elite – que queriam correr regularmente uns contra os outros em corridas de alto nível – o Golden Trail Series provou em 2021 que também podia ser identificado como o maior espectáculo de trail running do mundo. A extensa divulgação nos meios de comunicação social e nas redes sociais, bem como filmes e transmissão ao vivo de alta qualidade, impulsionou a popularidade do evento no mundo do trail running. No entanto, o GTS persegue a sua ambição de aumentar a participação do público para além dos trilhos. “O programa que os atletas nos dão é tão intenso que acreditamos que podemos levar o nosso desporto à televisão para tocar uma audiência muito mais vasta, explica Gregory Vollet, Director da GTS. O GTS é uma estrutura que fornece um meio de se expressar e mostrar os seus patrocinadores para que possam viver a sua paixão”.

“O projecto mais interessante dos últimos 10 anos!”

Por esta razão, os melhores atletas do mundo, sejam quem forem os seus patrocinadores, decidiram participar no Golden Trail World Series. “O que diferencia a forma como o Golden Trail Series é organizada é toda a comunicação feita em torno do evento, disse Francesco Puppi (Team Nike Trail, Itália) – vencedor da Grande Final em El Hierro, 2021 – numa entrevista ao trailrunner.com. Os organizadores estão a levar o nosso desporto a outro nível e são uma verdadeira inspiração para todos os atletas, sejam eles de elite ou amadores. Eles também prestam atenção às questões ambientais, acreditando que podem fazer mais e melhor. Penso sinceramente que o Golden Trail Series tem sido o projecto mais interessante dos últimos 10 anos na corrida por trilhos e merece o nosso profundo apreço”.Para melhor satisfazer as necessidades dos atletas

Por esta razão, o GTS tem tido tempo para ouvir atentamente os pedidos dos atletas para fornecer respostas adequadas. “Reunimo-nos em El Hierro para discutir com os 15 melhores homens e mulheres do ranking geral do GTWS 2021, revela Gregory Vollet. A seguir, trabalhámos em pormenor utilizando um questionário detalhado, e juntos construímos a mecânica deste novo calendário de 2022. Os atletas são sensíveis ao impacto ecológico, e à possibilidade de descobrir novas provas todos os anos, querem manter uma densidade de atletas de alto nível, não tendo mais de 6 provas antes da Grande Final, para ganhar mais prémios monetários, etc. Assim, criámos uma fórmula que satisfaz todas estas exigências, e estamos orgulhosos de a anunciar publicamente hoje”.

Viagens intercontinentais limitadas

O Golden Trail World Series, com o apoio dos atletas, decidiu planear duas viagens com duas competições, em intervalos de duas semanas, em dois continentes diferentes. Isto dará oportunidades aos americanos ou europeus de fazer apenas um voo intercontinental no ano, participando num mínimo de 3 provas em 6 (pelo menos uma prova no seu continente + duas provas, se necessário, noutro continente). “Como resultado, estamos a dar uma maior oportunidade aos corredores norte-americanos de participarem na nossa série internacional e esperamos no futuro poder incluir também a Ásia”, conclui Grégory Vollet.

Para além desta nova criação, a série Golden Trail Series estará também a compensar financeiramente o impacto ecológico de todos os atletas e viagens intercontinentais do pessoal para a série, dando a Wildlife Works (www.wildlifeworks.com).

Grande Final do GTWS 2022 na Madeira

“Em 2020, a maioria das provas do GTWS foram canceladas devido à crise sanitária. “Adaptámo-nos à situação criando o Golden Trail Championship; uma etapa de 5 dias na Ilha da Horta, nos Açores, explica Grégory Vollet. Este foi um enorme sucesso com todos os atletas, e foi a razão pela qual decidimos que o íamos fazer novamente com uma prova de 5 dias na Ilha da Madeira, que será a Grande Final do GTWS 2022. No entanto, as regras foram adaptadas ao circuito e  todos os resultados da época contarão para determinar os vencedores do GTWS 2022. Os pontos serão duplicados em cada prova, 200 pontos para os vencedores, mas tudo continuará a ser para jogar na Grande Final da Corrida, onde 100 pontos serão distribuídos todos os dias aos vencedores da etapa (com secções de cronómetro com 50 pontos), com um potencial de 450 pontos para ganhar ao longo da semana”.A versão 2022 do GTWS

A versão de 2022 será ancorada aos três encontros míticos: Zegama-Aizkorri, Marathon du Mont-Blanc e  Sierre-Zinal Rápido. O circuito leva também à descoberta de outras provas, com uma excursão à Noruega, perto de onde vive Stian Angermund (o vencedor de 2021), para participar na Stranda Fjord Trail Race, a seguir aos EUA para a Pikes Peak Ascent no Colorado, onde oferecerão um prémio de 10.000 dólares por chegarem abaixo das 2h, ou abaixo das 2h21 para as mulheres, e por fim, os Flagstaff Sky Peaks que levarão ao coração da comunidade americana de corrida em trilhos no Arizona.

29 de Maio: Zegama-Aizkorri, Espanha
26 de Junho: Marathon du Mont-Blanc, França
6 de Agosto: Stranda Fjord Trail Race, Noruega
13 de Agosto: Sierre-Zinal, Suíça
17 de Setembro: Pikes Peak Ascent, EUA
25 de Setembro: Flagstaff Sky Peaks, EUA
26 a 30 de Outubro: Grande Final, Madeira Ocean Trails®, Madeira.

Fotos: Jordi Saragossa

X